Notícias

Universidade testa capsulas de erva-mate

    UFSC está buscando voluntários para uma nova pesquisa com a erva-mate. O estudo necessita de pessoas saudáveis e também com colesterol alto, que ainda não estejam tomando medicamento. Podem participar homens e mulheres com idade entre 18 e 60 anos. O objetivo é avaliar se o consumo de cápsulas produzidas na Universidade, contendo extrato seco de erva-mate verde ou tostada, não apresenta problemas à saúde (toxicidade).

    “Será também avaliada a propriedade das cápsulas de erva-mate em reduzir o colesterol no sangue, particularmente em indivíduos com problemas de colesterol elevado”, explica o professor Edson Luiz da Silva, do Departamento de Análises Clínicas, que há oito anos estuda os princípios ativos dessa planta.

Erva-mate contra as placas de gordura

    Matéria-prima do chimarrão, ela atende pelo nome científico de Ilex paraguariensis e contém substâncias capazes de dar um basta nos radicais livres, as moléculas danosas por trás de males como as placas de gordura que se formam nas artérias, provocando infartos. O professor Edson Luiz da Silva, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), comprovou os benefícios da erva-mate contra a aterosclerose. Coelhos submetidos a uma dieta rica em colesterol foram o alvo de uma das pesquisas do cientista em outras palavras, os bichos se alimentaram com a gordura que entope os vasos. A erva-mate conseguiu inibir a progressão da aterosclerose em cerca de 50% nos animais, conta Silva.

Chá mate e os benefícios para saúde

    Quando os colonizadores ibéricos aportaram na América do Sul, aboliram muitos ingredientes que faziam parte dos hábitos indígenas por associá-los a rituais pagãos. Um dos únicos que caíram no gosto dos europeus e não sofreram retaliação foi a erva-mate. É que, além de saborosa, a bebida apreciada pelos índios — é o que está registrado! — se mostrou uma boa aliada nas manhãs de ressaca.

    Com o aval dos conquistadores, o chá foi assimilado em todo o Brasil, onde sua forma de consumo muda de acordo com cada região. Seja como tererê, chimarrão, seja como chá quente ou gelado, o fato é que a infusão dessa erva proporciona muito mais benefícios do que atenuar os efeitos de uma bebedeira. E, graças ao interesse da ciência na planta, a cada dia suas vantagens ficam mais evidentes.